cristo-libertador-imagem

AS SEIS LIBERTAÇÕES DE CRISTO


“Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. Ora o servo não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.”  João 8:34-36

  1. Pecado e suas consequências.

“Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram. Porque até à lei estava o pecado no mundo, mas o pecado não é imputado, não havendo lei. No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão, o qual é a figura daquele que havia de vir. Mas não é assim o dom gratuito como a ofensa. Porque, se pela ofensa de um morreram muitos, muito mais a graça de Deus, e o dom pela graça, que é de um só homem, Jesus Cristo, abundou sobre muitos. E não foi assim o dom como a ofensa, por um só que pecou. Porque o juízo veio de uma só ofensa, na verdade, para condenação, mas o dom gratuito veio de muitas ofensas para justificação. Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo. Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida. Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos. Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça; Para que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reinasse pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor.” Romanos 5:12-21

       

       Jesus nos liberta das drogas, prostituições, adultérios, fornicações, todo pecado cometido no passado somos lavados e libertos pelo poder do sacrifício de Cristo.

“E,  quando  vós  estáveis  mortos  nos  pecados,  e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas, havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz” Cl 2:13,14

“Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver, quando seguiam a presente ordem deste mundo e o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem na desobediência. Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza merecedores da ira.
Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida juntamente com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões — pela graça vocês são salvos.”
Efésios 2:1-5

  1. Das concupiscências geradoras de pecado.

         Jesus nos liberta dos prazeres carnais e suas tentações provenientes.

“ Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. Porque aquele que está morto está justificado do pecado. Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos; Sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre ele. Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos certamente mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça. Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.” Romanos 6:6-14

“Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.” 1 João 2:15-17

  1. Do diabo e seus demônios.

       No evangelho de Marcos  capítulo 5 narra a história do endemoniado de geraseno. Quando você ler a história do endemoniado de Gadara, é espantoso o grau de possessão e domínio que uma pessoa chego pelo diabo. Mas esse é o que podemos disser de grau máximo de possessão, onde uma pessoa se deixa ser completamente tomado ao ponto de Satanás dominar sua vontade, seus pensamentos, seu corpo e sua alma. Assim como existem o grau máximo, existe também o grau mínimo, onde Satanás tem domínio em alguma área específica da atividade humana. Seja em seus desejos ou sentimentos e decisões.

       Não importa o grau de possessão em que se está envolvido, Jesus é o libertador, e veio para destruir as obras do diabo em nossas vidas!!!

“Aquele que pratica o pecado é do diabo, porque o diabo vem pecando desde o princípio. Para isso o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do diabo.” 1 João 3:8

“Quanto à vossa obediência, é ela conhecida de todos. Comprazo-me, pois, em vós; e quero que sejais sábios no bem, mas simples no mal. E o Deus de paz esmagará em breve Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja convosco. Amém.” Romanos 16:19-20

“O Senhor me livrará de toda obra maligna e me levará a salvo para o seu Reino celestial. A ele seja a glória para todo o sempre. Amém.” 2 Timóteo 4:18

“E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo.” Colossenses 2:15

  1. Do medo e a insegurança.

“E, visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo; E livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão.” Hebreus 2:14-15

“Assim conhecemos o amor que Deus tem por nós e confiamos nesse amor. Deus é amor. Todo aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele. Dessa forma o amor está aperfeiçoado entre nós, para que no dia do juízo tenhamos confiança, porque neste mundo somos como ele. No amor não há medo; pelo contrário o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo. Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor.” 1 João 4:16-18

  1. Das enfermidades e das doenças.

“Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniqüidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados.” Isaías 53:5

“O Espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; A apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do Senhor, para que ele seja glorificado.” Isaías 61:1-3

  1. Da morte eterna.

“E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho. Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida. Estas coisas vos escrevi a vós, os que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna, e para que creiais no nome do Filho de Deus.” 1 João 5:11-13

 

“ Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória? Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.” 1 Coríntios 15:55-57

“Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão.” Gálatas 5:1

“Irmãos, vocês foram chamados para a liberdade. Mas não usem a liberdade para dar ocasião à vontade da carne; pelo contrário, sirvam uns aos outros mediante o amor. Toda a lei se resume num só mandamento: “Ame o seu próximo como a si mesmo”. Gálatas 5:13-14

“Entraram em Cafarnaum e, logo no sábado, indo ele à sinagoga, ali ensinava. E maravilharam-se da sua doutrina, porque os ensinava como tendo autoridade, e não como os escribas. E estava na sinagoga deles um homem com um espírito imundo, o qual exclamou, Dizendo: Ah! Que temos contigo, Jesus Nazareno? Vieste destruir-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus. E repreendeu-o Jesus, dizendo: Cala-te, e sai dele. Então o espírito imundo, convulsionando-o, e clamando com grande voz, saiu dele.” Marcos 1:21-26

Jesus estava no templo pregando a Palavra do Reino quando apareceu na sinagoga um homem possesso de espírito imundo.

A sinagoga era o lugar de adoração, de louvor e da presença de Deus e do ensino da palavra.

Certa feita, Jesus estava na sinagoga quando entrou uma mulher possessa com um espírito de enfermidade, que a atormentava já por dezoito anos, e ela foi curada por ele, saindo dali liberta de seu mal, dando glórias a Deus. Lucas  13:10-17

Somos tabernáculo de Deus na terra, templo do Deus vivo. É possível que demônios entre no templo?

É possível que Satanás entre no vida do servo de Deus e lhe tome posse, haja vista que ele é ‘templo de Deus’? I Coríntios 3:16; 6:19,20

Alguns poderão dizer, não! Porque está escrito que o maligno não tocará no homem e na mulher de Deus? I João 5:18

Parece-me que este texto necessita ser mais bem compreendido à luz de Efésio 4:27, que apresenta a possibilidade do crente abrir legalidade, brechas, ou cometer pecados e não arrepender-se, Satanás poderá levar vantagens em seu intento.

LEGALIDADE PARA ENTRADA DE SATANÁS

“ Não deis lugar ao diabo” EF 4:27 É uma advertência para a igreja, veja o contexto.

O pecado gera “ brechas”. Onde ele entra todo tipo de cousa impura acontece.

Quais são as brechas de entrada de demônios?

Em Efésios 4:17-5:17 faz uma lista de brechas, atitudes não recomendada aos crentes:

  1. Vaidades de pensamento. Vs 17 “E digo isto, e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente.”
  2. Alheios a vida de Deus, vs 18 “Obscurecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração.”
  3. Mentira, vs 25  “Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.”
  4. Ira (não alimentá-la), vs 26  “Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.”
  5. Furtos, vs 28 “Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.”
  6. Palavra torpe palavras imorais, vs 29; 5:4 “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.”
  7. Amargura, cólera, ira, gritaria, blasfêmia, malícia, vs 31 “Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós”.
  8. Falta de perdão, vs 32 “Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.”
  9. Impureza, cobiça, impudicícia, 5:3 “Mas a prostituição, e toda a impureza ou avareza, nem ainda se nomeie entre vós, como convém a santos”.
  10. Impureza, avareza, idolatria. 5:5 “Porque bem sabeis isto: que nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus”.
  11. Desobediência. 5:6  “Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência.”

Todos esses pecados eram cometidos por crentes, pois essa carta é dirigida a igreja de Éfeso, eis a razão de Paulo advertir a não praticarem tais pecados, pois os mesmos abriram legalidades para entradas de demônios.

VÁRIOS TIPOS DE POSSESSÕES

  1. Espíritos imundos. E estava na sinagoga deles um homem com um espírito imundo, o qual exclamou…” Marcos 1:23,

      2. Espírito de imoralidades, perversão, blasfemas. “Porque uma mulher, cuja filha tinha um espírito imundo, ouvindo falar dele, foi e lançou-se aos seus pés.” Marcos 7:25,

      3. Espírito mudo e surdo (está associado à rebeldia, revolta), E um da multidão, respondendo, disse: Mestre trouxe-te o meu filho, que tem um espírito mudo”.  Marcos 9:17

     4. Espíritos de enfermidade (falta de perdão, traumas, rejeições), Lançou sobre eles o ardor da sua ira, furor, indignação, e angústia, mandando legiões de anjos portadores de males contra eles.” SL 78:49

      5. Espírito de adivinhação (está associado ao esoterismo, macumbaria, espiritismo e engano religiosos). “E aconteceu que, indo nós à oração, nos saiu ao encontro uma jovem, que tinha espírito de adivinhação, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores.” Atos 16:16

      6. Espírito de idolatria. O meu povo consulta o seu pedaço de madeira, e a sua vara lhe dá resposta; porque um espírito de prostituição os enganou, eles, prostituindo-se, abandonaram o seu Deus.” Oséias 4:12

GRAUS DE CONTAMINAÇÃO DE DEMÔNIOS

  1. Opressão (oprimido). Muitas são as pessoas oprimidas espiritualmente. Essas opressões atuam de maneira externa e constante, com um único fim de vencer a resistência da pessoa.

A opressão se manifesta através da tentação e da perseguição e da obsessão de pensamentos perversos. (suicídios, imoralidade).

Muitos cristãos padecem de opressões, Satanás tenta levar novamente a antiga vida de pecado. Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.” Ap 2:10

       2. Atormentado. Demônio de temor, medo, tristeza, depressão e aflição.

A pessoa atormentada não esta endemoniada. Existe uma área da vida dela que está sob a influência do diabo.

Isso acontece porque essa pessoa não se entregou totalmente ao Senhor ou porque falta se arrepender de algum pecado antigo. “Pois aquele em quem não há estas coisas é cego, nada vendo ao longe, havendo-se esquecido da purificação dos seus antigos pecados.” II Pd 1:9

       3. Possesso. Uma pessoa possessa perde momentaneamente o controle de sua vontade, e em muitos casos a memória.

O endemoniado perde o controle de seus atos. Ele se enfurece de repente; queima ou quebra objetos; diz palavrões, parte para a agressão. Depois de liberto não se lembra do que aconteceu. O caso do Rei Saul era assim, comportamento bipolar, mudança de humor repentino.

      4. O louco. O diabo tem o controle completo do corpo, alma o espírito da pessoa. Essa situação é exatamente oposta da pessoa cheia do Espírito Santo. O endemoniado Gadareno, é esse exemplo de total perda de controle e de domínio das faculdades psíquicas e racionais. Marcos 5:1-20

A loucura é muita mais que uma doença e possessão, é a consequência do pecado. Não necessariamente relacionado ao pecado de uma pessoa em si, mas de um país e de uma geração. “O SENHOR te ferirá com loucura, e com cegueira, e com pasmo de coração.” Deut. 28:28

JESUS O LIBERTADOR DOS POSSESSOS

“ Se pois o filho vos libertar verdadeiramente sereis livres.” João 8:36.

“ Para isso se manifestou Jesus, para destruir as obras do diabo” I João 3:8.

Jesus tem autoridade para libertar e curar todos os oprimidos pelo diabo Atos 10: 38 E ele quer  libertar a todos.

Para serem libertos e curados é necessário ir até Ele. Mateus 11:28-30

A palavra de Jesus é uma sentença, quando se relaciona ao diabo: Marcos 1: 23 “ cala-te e sai desse homem.” “ Espírito mudo e surdo, eu te ordeno: Sai deste jovem e nunca mais tornes a ele” Lucas 9:25.

Não vemos em nenhum texto, Jesus, entrevistando o diabo, querendo colher informações dele, mesmo porque o que sai da boca do diabo é mentira, e ele não deve ser levado a sério em nenhum momento, a não ser na capacidade de destruir e fazer mal as criaturas de Deus. “ cala-te e sai desse homem.”

Jesus deu a autoridade para expelir demônios aos seus discípulos. Mateus 10:1ss. E devemos saber como lidar com essas forças das trevas. Sem brincadeiras, com seriedade e autoridade.

Devemos está atentos a não darmos legalidade ao diabo, para que não prevaleça e não entre no lugar mais sagrado onde habita a presença do Espírito Santo, o nosso corpo, que é o templo de Deus na terra.

“Cristo, porém, como Filho, em sua casa; a qual casa somos nós, se guardarmos firme, até ao fim, a ousadia e a exultação da esperança.”

Hebreus 3:6

Pr Francisco Nascimento

 

Um comentário sobre “AS SEIS LIBERTAÇÕES DE CRISTO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s