FÉ, A DÚVIDA E A VITÓRIA


A FÉ,  A DÚVIDA E A VITÓRIA

“Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança.  E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma.  Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.  Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá coisa alguma do Senhor;  é alguém que tem mente dividida e é instável em tudo o que faz. “

Tiago 1:2-8

FÉ VITORIOSA

          O livro de Hebreus, capítulo 11:6 evidencia a importância da fé na nossa relação com Deus:  “De fato, sem fé, é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.”

      Mais do que um imperativo e uma convocação para crermos, é uma demonstração de como a fé é fundamental nas muitas práticas do dia a dia. Sem fé somos nada, sem fé não é gerada a esperança em nós, sem fé não conseguimos nada, sem fé andamos sem rumo, sem destino, sem Deus.

          A fé visualizada por Deus para seus filhos não é uma fé qualquer e nem faz parte do objeto da atividade humana, ou da ação do homem, mas  expressa credibilidade na existência de um Deus presente, vivo, que se importa com suas criaturas, e que sustenta todas as coisas pelo seu poder e pelo seu braço forte. “Pois o Senhor é o grande Deus, o grande Rei acima de todos os deuses. Nas suas mãos estão as profundezas da terra, os cumes dos montes lhe pertencem. Dele também é o mar, pois ele o fez; as suas mãos formaram a terra seca. Venham! Adoremos prostrados e ajoelhemos diante do Senhor, o nosso Criador; pois ele é o nosso Deus, e nós somos o povo do seu pastoreio, o rebanho que ele conduz.” Salmos 95:3-7

            Jesus exorta o apóstolo Pedro que ficara estupefato quando viu que a figueira que ele amaldiçoou havia secado: “ …Tende fé em Deus”. Mc 11:22  Passando então a discorrer a Pedro da importância da fé para fazer grandes obras, e até remover montes. Eu lhes asseguro que se alguém disser a este monte: ‘Levante-se e atire-se no mar’, e não duvidar em seu coração, mas crer que acontecerá o que diz, assim lhe será feito. Portanto, eu lhes digo: tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá.” Marcos 11:23-24

 1.   A fé é testada pelas circunstancias adversas de nossas vidas:

  • Nas provações. “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança.”  Tia 1:2,3, “Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam.” Tia 1:12
  • Nas orações. “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento.” Tia 1:5,6, “Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres.” Tiago 4:3
  • Nas tentações. “Quando alguém for tentado, jamais deverá dizer: “Estou sendo tentado por Deus”. Pois Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo por esta arrastado e seduzido. Então a cobiça, tendo engravidado, dá à luz o pecado; e o pecado, após ter-se consumado, gera a morte. Tiago 1:13-15
  • Na santidade para com Deus. “Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se, pois a ira do homem não produz a justiça de Deus. Portanto, livrem-se de toda impureza moral e da maldade que prevalece, e aceitem humildemente a palavra implantada em vocês, a qual é poderosa para salvá-los.”  Tia 1:19-21
  • Nas nossas conversações diárias. “Se alguém se considera religioso, mas não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo.” Tiago 1:26; “Todos tropeçamos de muitas maneiras. Se alguém não tropeça no falar, tal homem é perfeito, sendo também capaz de dominar todo o seu corpo. Tiago 3:2
  • No julgar nosso próximo. “Meus irmãos, como crentes em nosso glorioso Senhor Jesus Cristo, não façam diferença entre as pessoas, tratando-as com favoritismo.” Tiago 2:1,  ” Irmãos, não falem mal uns dos outros. Quem fala contra o seu irmão ou julga o seu irmão, fala contra a Lei e a julga. Quando você julga a Lei, não a está cumprindo, mas está se colocando como juiz. Há apenas um Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e destruir. Mas quem é você para julgar o seu próximo?” Tiago 4:11-12

 2.    O fundamento maior da fé são as obras de caridade, de misericórdia. “De que adianta, meus irmãos, alguém dizer que tem fé, se não tem obras? Acaso a fé pode salvá-lo? Se um irmão ou irmã estiver necessitando de roupas e do alimento de cada dia e um de vocês lhe disser: “Vá em paz, aqueça-se e alimente-se até satisfazer-se”, sem porém lhe dar nada, de que adianta isso? Assim também a fé, por si só, se não for acompanhada de obras, está morta. Mas alguém dirá: “Você tem fé; eu tenho obras”. Mostre-me a sua fé sem obras, e eu lhe mostrarei a minha fé pelas obras.” Tiago 2:14-1

 A DÚVIDA GERA DERROTA

Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá coisa alguma do Senhor;  é alguém que tem mente dividida e é instável em tudo o que faz. “ Tia 1:6-8

Definição de dúvidas: Dúvida (derivado do latim dubitare) é uma condição psicológica ou sentimento caracterizado pela ausência de convicção opondo-se à crença/fé e ao saber. Ela é a incerteza ou desconfiança em relação a uma ideia, um fato, uma ação, de uma asserção ou de uma decisão. Para que se estabeleça a dúvida em geral é necessária uma noção de realidade do fato em que existe a suspeita, e isto pode adiar a decisão de ações relevantes ao fato, pois podem estar incorretas ou incompletas.

Segundo Dr Champlin: “Assim como a fé é fundamental à atitude religiosa, assim também a dúvida revela defeito na vida espiritual, falta de outorga da alma a Cristo, carnalidade e debilidade espiritual. Tal pessoa fez pouquíssimo progresso espiritual: seus conceitos são apenas palavras estéreis, e não experiências do homem interior. Suas orações são egoísticas e ineficazes.”

O Apóstolo Tiago usa uma metáfora para conceituar aqueles que duvidam na hora de pedir alguma coisa a Deus. “ … quem duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento.” Ou seja,  a onda do mar não tem vida própria, nem destino, mas é impelida e agitada ao sabor do vento, que lhe comanda.

 Lembrei-me de outro texto de Efésios 4:14 que fala sobre a importância dos diversos ministérios na vida igreja, (apóstolos, profetas, evangelistas, pastores, e mestres) para se evitar que muitos crentes  sejam “…como meninos (na fé) agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, e pela astucia com que induzem ao erro.”

 Tiago fala das consequências geradas pelo que duvida:

       –  Quanto a sua oração: Não alcançará do Senhor coisa alguma.

      – Quanto ao caráter: Homem de ânimo dobre (dividido), inconstante em todos os seus caminhos.

CONQUISTANDO O IMPOSSÍVEL

“Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz (Bem-aventurado)  naquilo que fizer.” Tiago 1:25  

           O apóstolo Tiago fala da possibilidade de conquistarmos o impossível. Algumas dicas são claras em seu livro, sobretudo quando se refere ao pedirmos sabedoria de Deus. “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida” Tia 1:5

                A sabedoria que vem de Deus é manifesta em nosso modo de agir, nosso proceder no dia a dia, e sabemos que muitas consequências  que colhemos no presente, são reflexos de  decisões erradas que tomamos no passado. Em outras palavras decisões não sábias: “Quem é sábio e tem entendimento entre vocês? Que o demonstre por seu bom procedimento, mediante obras praticadas com a humildade que provém da sabedoria.”  Tiago 3:13 “Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; depois, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera.” Tiago 3:17

           No livro de provérbio 1:7 fala que o principio da sabedoria é o temor do Senhor. Por outro lado o apóstolo Tiago nos dá conselhos para conquistarmos o impossível, ou como ele mesmo disse: ”… não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz (Bem-aventurado)  naquilo que fizer.” Tia 1:25

            1.   Pedir sabedoria de Deus. Tia 1:5

            2.   Crer nas promessas de Deus. Tia 1:6

       3. Obedecer à Palavra de Deus. Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos. Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a um homem que olha a sua face num espelho e, depois de olhar para si mesmo, sai e logo esquece a sua aparência. Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer.” Tiago 1:22-25

         4.  Cumprir a palavra empenhada. “Falai de tal maneira e de tal maneira procedei, como havendo de ser julgados pela lei da liberdade.” Tiago 2:12; 5:12

       5. Ser paciente e se fortalecer até a vinda de Cristo. “Sejam também pacientes e fortaleçam o coração, pois a vinda do Senhor está próxima.” Tiago 5:8

        Em sua carta, o apóstolo Tiago nos ensina  sobre a fé vitoriosa, a dúvida que gera derrota e que não pode fazer parte da nossa vida. E aprendemos também sobre como conquistar o impossível. A carta é de uma exortação singular, a fé que temos em Deus deve ser demonstrada com atitudes  que evidencia uma verdadeira transformação na prática do dia a dia, tanto em relação a Deus, quando nos prostramos perante Ele, quanto ao próximo, quando vemos  suas necessidade materiais e prestamos auxílio.

        Que nossas vidas sejam pautadas pelo cumprimento dos mandamentos de Deus. Só assim teremos vitórias em tudo que praticarmos.

 

                                                                                Pr Francisco Nascimento

2 comentários sobre “FÉ, A DÚVIDA E A VITÓRIA

  1. Entendo que o homem que carrega em sí o ânimo dobre, por ser inconstante no caminho da verdade e da vida, tão sómente trara derrota para sí, por isto esta escrito vigiaí e oraí, examinaí consigo todos os momentos vividos, fazendo reflexão de comportamentos durante as caminhadas da vida, esta escrito que : sede santo pois ELE é santo, sem santidade ninguem vera o SENHOR, isto depende de cada hum, é individual, o coração é a prova de cada identidade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s