Cristão e a Sexualidade


cristao e a sexualidade

“Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros.” Hebreus 13:4

Estamos sendo atacados de todos os lados, pelas apelações do sexo deturpado, hoje em dia. Os maiores best-sellers, os principais filmes e revistas, praticamente estão desvirtuados, cheios de práticas e insinuações sexuais.

A Bíblia é clara e reiteradamente, condena a prática sexual, fora do casamento, tachando-o de adultério e fornicação. Muitas pessoas – ou por ignorância ou como  justificativa de seus atos de imoralidade – interpretam erradamente estes conceitos, e dizem que Deus condenou toda e qualquer manifestação sexual. Mas a verdade é o contrário.  A Bíblia sempre fala dessa relação afirmativamente – desde que seja limitada a casais casados.  A única proibição da Bíblia diz respeito a atos sexuais extras ou pré-conjugais. A  Bíblia é taxativa e clara a esse respeito, condenando esse tipo de conduta.

Sexo é a parte fisiológica, sexualidade é a parte psíquica; sexualidade é a dimensão de nossa personalidade aliviada pelo sexo.

A idéia platônica de que o corpo é essencialmente mal e que está dissociado do espírito tem permeado muitas mentes, trazendo sérias distorções.

Para o crente o ato sexual não é apenas físico; ele é muito mais do que um contato físico; é um acontecimento que transcende a vida de duas pessoas. Isto não quer dizer que em algumas ocasiões tudo de que você precisa é de um alívio sexual, e ambos suprem nesse sentido as necessidades um do outro. Entretanto, para que haja um relacionamento pleno, a relação sexual tem de ser mais do que apenas um alívio físico; todo o ser, em sua plenitude, entra em ação, numa entrega total de ambas partes envolvendo o intelecto, as emoções, o corpo, o espírito e a vontade.

Foi Deus quem criou o sexo. Ele formou os instintos humanos, não com o fim de torturar homens e mulheres, mas para proporcionar-lhes satisfação e senso de realização pessoal.

Para termos outras evidências de que Deus aprova o ato sexual entre casais, consideremos a bela narrativa que  explica sua origem. Deus todas as criaturas de Deus, apenas o homem foi criado “ à imagem de Deus” ( Gn 1:27). Isso torna a humanidade uma criação singular dentre as criaturas da terra. O verso seguinte explica: “ E Deus ao abençoou, e lhes disse: “Sede fecundos, multiplicai-vos.” Gn 1:28 A seguir, ele faz um comentário pessoal acerca da criação. “ Viu Deus tudo  quanto fizera,  e eis que era muito bom.” ( Gn 1:31)

O sexo aconteceu antes do pecado: O texto de Gênesis 2:24 registra o que Deus disse ao homem antes do pecado entrar no mundo: “Por isso, deixa o homem pai e mãe e se uma à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne”. A frase tornado-se uma só carne se refere à relação sexual. Esta unidade reflete o aspecto de sermos criados à sua semelhança. Além do mais, “o homem  e a mulher estavam nus, e não se envergonhavam” (Vs 25). Aparentemente havia um relacionamento completo aberto e franco, entre homem e mulher, e entre estes e Deus. Este relacionamento franco e aberto continuou até que desobedecessem a Deus. Foi então que o pecado interrompeu esse relacionamento com Deus.

SANTIDADE DO SEXO

Em  Hebreus 13:4, ele inspirou o autor a escrever o seguinte principio: “ Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula.” Nada poderia ser mais claro do que esta declaração. Qualquer pessoa que sugerir que pode haver algo de errado com o ato sexual entre o marido e mulher simplesmente não entende as Escrituras. O autor do livro poderia ter afirmado apenas: “Digno de honra entre todos seja o matrimônio”, o que já teria sido suficiente. Mas, para ter a certeza de que todos entendessem bem o que queria dizer, ampliou a mensagem com a declaração: “ Bem como o leito sem mácula.” Ele é sem mácula” porque constitui uma experiência sagrada.

A palavra  coito usada como ato sexual,  vem do grego Koite, que significa  literalmente: “coabitar; implantar o espermatozóide masculino.” Que tem o mesmo significado: união que o casal realiza na cama; coabitar. Baseado neste significado da palavra poderia traduzir assim o verso de Hebreus 13:4: “ O coito no casamento é honroso e sem mácula.” O casal que pratica o coito, está fazendo uso de uma possibilidade e privilégio, dado por Deus, de criarem uma nova vida, um ser humano, como resultado da expressão de seu amor.

No antigo testamento:  O livro de Deuteronômio nas leis decretado por Deus o jovem casado era dispensado do serviço militar obrigatório e ficava um ano desfrutado do amor matrimonial: “ Promovendo a felicidade da esposa”. Deut 24:5

O livro de Provérbio faz advertência contra a “adúltera” (Prostituta), mas em contraste, diz ao marido em relação a esposa: “Saciem-te os seus seios em todo o tempo; embriaga-te sempre com as suas carícias.” Está claro que este arrebatamento no amor deve fazer o homem alegrar-se, dando-lhe um prazer que chega ao êxtase. O  contexto expressa claramente a idéia de que a experiência é para o prazer mútuo. Esta passagem indica também que o ato sexual não foi estabelecido apenas para o objetivo único da propagação da raça, mas para o prazer total dos dois. Deus vê a intimidade que é praticada por casais, e a aprova. Seu castigo é reservado apenas àqueles que praticam o sexo extraconjugal. Pv 5:15-23

O livro de Cantares é o mais descritivo quando fala do amor matrimonial, citando o amor do Rei Salomão por Sulamita. De forma poética Salomão descreve o seu amor por sua amada:  “ De noite, no meu leito, busquei o amado de minha alma, busquei-o e não o achei” Ct 3:1  “O meu amado é alvo e rosado.. as  suas  mãos, cilindros de ouro.. seus olhos são como o das pombas… os seus de mármore, assentadas em base de ouro puro… ele é totalmente desejável…”Ct 5:10-16. “ Quão formosos são os  teus passos dados de sandálias… os meneios dos teus quadris são como colares trabalhados por mãos de artista… o teu ventre é monte de trigo cercado de lírios. Os teus dois seios como duas crias, gêmeas de uma gazela… Este teu porte é semelhante à palmeira… subirei à palmeira, pegarei em seus ramos. Seja os teus seios como os cachos da vide… Vem, ó meu amado, saiamos ao campo, passemos as noites nas aldeias.” Ct 7:1-11

Está bem claro pelo texto, que não precisamos reprimir nosso sentimento de paixão, e mesmo assim muitas pessoas, na hora da relação sexual, dizem: ‘ Como poderei entrar depois na presença de Deus?” “Uma moça que se preze não deveria se comportar dessa forma.” No entanto, quando entendemos o que Deus nos quer dizer, descobrimos que o prazer sexual faz parte do plano de Deus para nós, por isso devemos deixar nossos sentimentos fluírem com naturalidade.

O QUE O SEXO SIGNIFICA PARA A MULHER

Satisfaz seu senso de feminilidade. Assegura o amor do marido. Satisfaz seu extinto sexual.  Proporciona-lhe relaxamento do sistema nervoso. Dar-lhe a suprema experiência da vida conjugal. A protege de adultério.

O sexo para a mulher é mais afetivo que biológico. O sexo para  mulher é ligado ao papel da maternidade: Se emociona nas datas: casamento, nascimentos de filhos, mãe, parentes, sogra.

Guarda datas especiais. É mais racional. O sexo para mulher começa desde o amanhecer, está ligado ao romantismo. (Se teve um bom dia, a noite certamente fruirá para o sexo, se não, coitado do marido).

O QUE  O SEXO SIGNIFICA PARA O HOMEM

Satisfaz o extinto sexual do homem que é mais aguçado que das mulheres. Satisfaz o senso de masculinidade.

Aumenta o seu amor pela esposa. Reduz as tensões. Proporciona-lhe a mais emocionante experiência de sua vida. O protege contra o adultério.

PROBLEMAS  QUE AFETAM A VIDA E O DESEMPENHO SEXUAL DO CASAL

Problemas físicos. (Ejaculação precoce, impotência, Frigidez, doenças, disfunção, etc.)

Problemas psíquicos (Alma). (Ressentimentos; mágoas, amarguras, ira, tensão, medo).

Falta de conhecimento sobre o ato conjugal. Falta de asseio corporal. Falta de lugar sossegado. Falta de tempo.

Preocupações financeiras. Preocupações familiares. (Pai, Mãe, filhos, sogra impossibilidades: Velhice (regularidade), viagens, excesso de trabalho, etc).

As culpas nas relações sexuais: As fantasias. (Poluição mental, revistas, novelas e filmes pornográficos,  sexo na internet) Adultérios. Os excessos ( café, almoço e jantar)

Os complexos e pré-conceitos e tabus a serem vencidos. As limitações ( até onde ir e tocar ).

Traumas e feridas íntimas. Modelo do mundo. Sexo pré-casamento. Masturbação.

BÊNÇÃOS PROVINIENTES DE UMA RELAÇÃO SEXUAL SADIA

A relação a dois no matrimônio traz muitas bênçãos: bênção do conhecimento, bênção da unidade: física, emocional e espiritual. Bênção da procriação bênção do prazer conjugal.

Desfrutar de uma relação sexual prazerosa e abençoada é o projeto de Deus para o casal (homem e mulher) unido pelos laços eternos do matrimônio.

Obs. Pequisa do Livro Ato Conjugal.

Pr Francisco Nascimento

Anúncios

5 comentários sobre “Cristão e a Sexualidade

  1. Li alguns textos aqui supracitado, são bons , porem a minha duvida não foi esclarecida. Tenho uma filha que me perguntou quase afirmando que na bíblia não tem passagem dizendo que só se pode ter relações se houver casamento ou matrimônio. Então pergunto? Se a moça ou o moço orar consagrando o namoro o jovem casal poderá ter relações sexuais mesmo não sendo casados? Onde posso achar essa resposta na bíblia? Sera necessário a benção de uma terceira pessoa que não fosse o próprio casal para que fosse consumado aquela união? Se o casal tem relações sem estarem casados ou no civil ou religioso estão em pecado? Onde acho a resposta na bíblia?
    Grata

    1. Paz minha amada!!

      Na concepção bíblica a mulher só pode perder a virgindade, i.e., fazer sexo, depois do casamento… ou alguma união civil correspondente!

      No Antigo Testamento, caso ela fosse achada em falta, i.e., casasse sem ser virgem… seria apredejada até a morte por ter feito “Loucura em Israel”!

      Aconselho a amada a ler Deuteronômio 22:13-29!

      E todos os versículos que falam sobre prostituição ou fornicação, referem-se,geralmente, a sexo praticado fora do casamento. Exemplos: 1Co 5:1, Ef 5:5, 1 Tm 1:8-10, Ap 21:8

      De acordo com os versículos acima, qlqr um que praticar sexo fora do casamento sem arrependimento e mudança de atitude, não herdará a Vida Eterna!

      Espero tê-la ajudado… Paz…

  2. Solicito por favor que você me reencaminhe se possível o mesmo e-mail resposta ( no tópico acima) que a poucos dias recebi de você. Eu ainda estava lendo o mesmo quando que por engano eu o deletei no momento que iria arquivá-lo. Grata.

    1. Deus lhe abençoe sempre Franciso!
      Vim deixar em tua pagina minha tristeza.
      Primeiro ter entrado em uma ciranda de cadeiras, um dia em pé outro sentada…
      Meu marido trabalha e mora fora a quase cinco anos, vindo ver a familia por 4 a 6 dias, uma vez ao mês.
      Dele digo que me traiu por meses e acabei descobrindo e ele nao teve como negar.
      Porém de lá p cá, tudo ruíu… A relação esfriou, ele distanciou se de mim cada vez mais, a ponto dele me dizer q nao sente atração física nenhuma por mim. Nao me toca, nao beija, nao tem intimidade e nem sexo comigo há mais de um ano. (Estamos juntos há 27anos)
      Infelizmente acabei me envolvendo com alguem… Quero me arrepender… Quero sair dessa situação,quero apenas o perdão de Deus!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s