DISCIPLINA NA IGREJA


DISCIPLINA NA IGREJA

Rose ajoelhada

“Por isso, recebendo nós um reino inabalável, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus de modo agradável, com reverência e santo temor;  porque o nosso Deus é fogo consumidor.” Hebreus 12:28,29

Muitas vezes tratamos Deus como um ser comum e deixamos de sentir a sua presença. É claro que temos liberdade para adorar a Deus, mas quantas vezes ao entrarmos no templo antes do início do culto, corremos para conversar com os irmãos, afinar instrumentos ou verificar algo de nossa competência e deixamos a honra a Deus para 2º plano. Às vezes, só vamos falar com Deus, quando o culto já iniciou. A primeira coisa que devemos fazer ao entrar na casa de Deus é dedicar um momento para adorá-lo.

Quando diante de Deus devemos ter temor, reconhecer o pecado, ser sincero e dar atenção somente a Ele. (Is  6 :1-7) Não  adianta nada chegarmos na  igreja e começarmos a louvar, erguer as mãos e glorificar a Deus, se estamos cheios de pecados não confessados.

A reverência é uma atitude profundamente respeitosa demonstrada pelo ser humano em relação a Deus, às pessoas e às coisas consideradas santas ou sagradas. Pode ser vista por dois ângulos:

  • O geral – consiste na prestação de homenagem ou honra a alguém ou a alguma coisa, pelo que significa ou representa.;
  • O estritamente religioso –  consiste na demonstração de respeito a Deus, às pessoas, utensílios e demais coisas separadas para o serviço religioso.

I – A Deus

No que se refere a Deus, a Escritura afirma que seu nome é grande, poderoso, sublime, digno de glória, tremendo, admirável, magnífico, etc. ” O Senhor deve ser, em extremo tremendo na assembléia dos santos e grandemente reverenciado por aqueles que o cercam” (Sl 89:7). Toda pessoa que professa fé em Deus, tem o dever de demonstrar essa fé que diz professar, mediante uma atitude de respeito para com Ele e para com tudo que está relacionado a Ele. Esse respeito deve ser manifesto em palavras e ações, ao se referir e ao se dirigir a Ele. Entretanto, a melhor demonstração de respeito a Deus consiste na obediência e submissão a Sua  vontade. Há uma classe de pessoas a respeito das quais que, ” professam conhecer a Deus, mas negam-no com suas obras”( Tt 1:16)

Por que devemos reverenciar a Deus? ( Dt 4.39; Is 43:11)

II – As pessoas e às coisas santas

Além de respeitar a Deus, temos o dever de respeitar também o seu Nome, sua Palavra, sua Casa, as pessoas e as coisas que foram separadas para o seu serviço; os dízimos e as ofertas destinadas à manutenção; as pessoas e as coisas que por terem sido separadas para o seu serviço, também são consideradas sagradas;

  • A Bíblia afirma que o  Nome e a Palavra do Senhor foram colocadas acima de todas as coisas (Sl 138:2); a igreja é chamada de “ igreja do Deus vivo”, coluna e firmeza da verdade. I Tm 3:15
  • Há um modo especial estabelecido por Deus, para o crente comportar-se dentro da casa do Senhor (I Tm 2:8-10); Ec 5:1-2
  • A respeito dos utensílios dedicados ao serviço do Senhor, tais como livros, vasos, instrumentos musicais e quaisquer outros, devem ser manuseados com respeito e utilizados apenas para o fim a que foram destinados. (Dn 5:22-23)
  • As pessoas consagradas devem ser tratadas com muito respeito, em razão do papel que elas desempenham. ((I Ts 5:12-13; Hb 13:17; Ml 2:7)
  • Que outras coisas também devemos reverenciar? (Lv 19:30)
  • Por que devemos reverenciar todas essas coisas? Lv 27:28
  • Nos principais requisitos de servir a Deus está a reverência. (Hb 12:9)
  • Reverência é uma questão de padrão de boas obras – Tt 2:7-8

III – Reverência é Temor.

Muitas vezes ensinamos que a reverência é apenas respeito e atenção a Deus, contudo, a Bíblia deixa clara que também devemos temer ( ter medo do que DEUS PODE FAZER). Sl 2:11

Deus é amor, mas é também justiça e Ele não pode contradizer-se. O temor de Deus significa que conhecemos não só o Deus de amor, mas o Deus de JUSTIÇA. Temer a Deus é fazer todo o possível para ser santo, pois Ele é Santo. O temor é um grande tesouro ( Is 33:6). Temer a Deus é fazer sua vontade e permanecer n’Ele.(Jr 32:40). Devemos temer a Deus  pois é o único que condena ao Inferno ( Mt 10:28).  Somos aceitáveis a Deus quando o temor está em nós (At 10:35) – (Ap 14:7)

IV – Adorando

Como você expressa ao  Senhor a sua adoração, a sua honra e o seu respeito? A Bíblia usa o termo “adorar” como respeito à manifestação dessa reverência.

O Antigo Testamento freqüentemente fazia uso de atos físicos para representar uma atitude de espírito. Por exemplo, a palavra hebraica traduzida por adorar significa abaixar-se, curvar-se, prostrar-se, e denota a submissão a alguém superior. Quando o glória do Senhor encheu o templo os israelitas se curvaram com o rosto em terra sobre o pavimento, e adoraram “(2 Cr 7:3). A adoração encontra sua motivação no reconhecimento de que Deus é digno. Isso pode ser representado por atos físicos como prostrar-se, oferecer sacrifícios ou fazer outra atividade ordenada, mas deve brotar de uma atitude do coração de reverência para com Ele.

Os cristãos de hoje têm muitas oportunidades de reconhecer a dignidade de Deus e do Cordeiro na adoração particular e no culto público, reunidos com outras pessoas.

Paulo, na saudação de cada uma de suas cartas, refere-se a Deus ou como “nosso Pai”, ou como “o Pai”. A relação espiritual que os cristãos têm com Deus é comparável à do filho com o pai. O pai deve ser honrado e respeitado por sua família. Malaquias declara que: “O filho honra o pai, e o servo, ao seu senhor. Se eu sou pai, onde está a minha honra? E, se eu sou senhor, onde está o respeito para comigo? – diz o Senhor dos Exércitos a vós outros, ó sacerdotes que desprezais o meu nome” (Malaquias 1:6). Como os cristãos devem expressar honra e respeito por Deus, o seu Pai?

Deus é honrado quando é louvado pelo que fez. O salmista afirma: “Aclamai a Deus, toda a terra. Salmodiai a glória do seu nome, dai glória ao seu louvor. Dizei a Deus: Que tremendos são os teus feitos!” (Sl 66:1-3). Deus é digno de louvor não apenas por sua obra criadora, mas também por sua obra redentora, no sacrifício de Cristo. “Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as cousas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas” (Ap 4:11). Ainda: “Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor” (Ap 5:12).

Os cristãos de hoje têm muitas oportunidades de reconhecer a dignidade de Deus e do Cordeiro na adoração particular e no culto público, reunido com outras pessoas. Uma forma é pelo “instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração” (Cl 3:16).

Orar com outros irmãos é outra oportunidade de glorificar a Deus. Foi o que aconteceu quando os cristãos da igreja primitiva celebraram o retorno de Pedro e de João em segurança (Atos 4:24).

Ainda, os filhos de Deus o adoram quando mostram o devido respeito por sua palavra estudando-a e se aperfeiçoando em seu uso devido. Como cristão você deve procurar “apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade” (2 Tm 2:15).

O escritor de Hebreus ressaltou a importância desses atos de adoração ao admoestar os cristãos judeus, ainda que estivessem sofrendo perseguições, aprisionamentos e a perda de suas propriedades por causa da fé em Cristo: Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns (Hb 10:25). Era importante que eles considerassem também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras(Hb 10:24-25), reunindo-se para adorar a Deus.

V. Reverência nas atividades da igreja

Nos cultos oficiais: (Participação) Quarta (Propósito, campanha); sábado (mocidade), domingo: EBD e Culto de celebração.

Horários das atividades: pontualidade, respeito e reverência.

Vestimentas: das mulheres e dos homens: decência.

”Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos”, I Tm 2:9

Nos ensaios e visitas a igreja: respeito e reverência.

Nos ministérios e suas funções exercidas: responsabilidade e compromisso. Jeremias 48:10


Anúncios

Um comentário sobre “DISCIPLINA NA IGREJA

  1. Amado Pastor Francisco

    Graça e Paz. I Timoteo 1:12

    Não entendo muito de blogs… Vou aprender e melhorar no que for possível o meu blog “Palavra da Missionária” e tbm o “Diário Aberto”. Tens razão quando se refere a minha pessoa como muito família. Meu pai, pastor Osmar José de Souza… Durante toda sua vida, fez da família e do evangelho sua prioridade. Mantém as filhas unidas a ele mesmo estando distante. Tenho muito dele em relação a isso. Sou apaixonada pelo ser humano, apesar de muitos nada ter de humanos. Acredito na redenção através de Cristo Jesus, por isso trabalho com restauração de famílias, casais e ovelhas que se desviaram do aprisco. Muitos lobos tem entrado no meio do povo de Deus cumprindo-se as escrituras, enganando até mesmo os da fé.

    O homem tem dentro de si um vazio do tamanho de Deus, onde só o próprio Deus pode preencher. Mas o ego não deixa Deus agir. Quando vejo um crente desviado, uma denominação ser dividida levando muita gente para a perdição, famílias doentes dentro da igreja, lideres inaptos para administrar no tempo de hoje, meu coração sente dores que as palavras não conseguem descrever.

    Cristãos fazendo a diferença é o que a igreja e as almas que estão na U.T.I do pecado estão precisando e não apenas de pessoas diferentes com etiqueta gospel. Sou missionária itinerante e quando houver a oportunidade de estarmos por sua região espero poder encontrá-lo, para juntos louvarmos e bendizermos o nome de nosso Deus

    Agradeço sua atenção. Estejamos unidos através da oração.

    Abraços em toda família de Cristo Jesus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s