NOS PASSOS DOS MENINOS E DOS BOIS


NOS PASSOS DE MENINOS E DOS BOIS

“E disse: Caminhemos, e andemos, e eu partirei adiante de ti. Porém ele lhe disse: Meu senhor sabe que estes filhos são tenros, e que tenho comigo ovelhas e vacas de leite; se as afadigarem somente um dia, todo o rebanho morrerá. Ora passe o meu senhor adiante de seu servo; e eu irei como guia pouco a pouco, conforme ao passo do gado que vai adiante de mim, e conforme ao passo dos meninos, até que chegue a meu senhor em Seir”. GN 33:12-14

Na sabedoria popular aprendemos muitas coisas boas, ditados que norteiam nossa relação no dia a dia: “Não dê passos maiores que a perna”.“Dizes com quem andas, que direi que tu és”. “Quem corre, cansa, quem anda, sempre alcança”.”O apressado, come cru e quente”.

Essa é a história de dois irmãos: Esaú e Jacó. Dois tipos de comportamentos, dois tipos de vidas, dois tipos de destinos.

Esaú, sem refletir, deixando a carne falar mais alto que o espírito; trocou o direito à primogenitura por um prato de lentilha. Ou seja, em um momento não muito favorável de sua vida, sem pensar nas conseqüências, ele desprezou as bênçãos espirituais e materiais que teria como primogênito por outras, transitórias, passageiras e corruptíveis da vida. Gn 25:27-34

Esaú era um homem carnal e fez uma troca muito infeliz:

O presente ao invés do futuro. O lucro material ao invés da bênção espiritual. As cousas corruptíveis às incorruptíveis. O visível ao invisível. As cousas temporais às eternas. O sensual ao espiritual. Optou pela carne e não pelo Espírito.

Jacó representa o homem espiritual com visão de futuro, que depende de Deus, teve um encontro com Deus, mudou de caráter, de vida, foi regenerado, e sabia fazer suas escolhas. Um homem prudente, que não se apressa para conquistar seus alvos e que muito valoriza aqueles que caminham ao seu lado.

Nesse texto que acabamos de ler, os dois já estão velhos, tem filhos, mulheres, bois e muitos animais, e nem por isso, Esaú, ficou sábio, continua insensato e carnal.

Esaú queria que Jacó seguisse os seus passos, e fosse na mesma caminhada dele e de seus servos. A frase de Jacó já denota uma visão espiritual e uma sensibilidade nos procedimentos.

“…Meu senhor sabe que estes filhos são tenros, e que tenho comigo ovelhas e vacas de leite; se as afadigarem somente um dia, todo o rebanho morrerá.

Ora passe o meu senhor adiante de seu servo; e eu irei como guia pouco a pouco, conforme ao passo do gado que vai adiante de mim, e conforme ao passo dos meninos, até que chegue a meu senhor em Seir” Gn 33:13-14.

Tudo na vida que queremos conquistar com honestidade, tem que haver sacrifícios e trabalho. Há pelos menos dois extremos nas conquistas de alvos na vida secular: Há aqueles que querem correr para alcançar seus alvos, e logo se frustram e não conseguem amealhar seus objetivos.

Porque muitos objetivos demandam de tempo e paciência para alcançá-lo. E há aqueles que querem conseguir seus alvos sem lutarem, sem pagarem um preço, que são muitas vezes altos e vão demandar muitos esforços e talvez noites em claro.

Seguiremos com alguns exemplos:

Emprego. Para se conseguir bons salários. Boa posição na empresa. Bons relacionamentos. Obediência. Tem que se começar fazendo pequenos trabalhos bem feitos, para serem reconhecidos nos grandes. Tem empregado (às vezes até analfabeto) que já quer começar por cima, mandando se possível até no chefe.

O salário inicial não é o mais importante, porque se você mostrar valor, trabalho e inteligência, logo seu chefe irá propor-lhe melhores salários.

Trabalhe devagar, com calma e perfeição, não se apresse, a não ser que seu chefe queira, mostre a ele o seu valor. Faça sempre mais que o seu chefe lhe pedir, vá além das expectativas.

Cultura, Escola e profissão, demanda de boa formação acadêmica. (Estudos dia e noite, leitura, separação de maus companheiros e preguiçosos); sentar na frente e arregalar bem os olhos, procurar memorizar o aprendizado.

Casamento. Para aqueles que querem casar, tenha paciência. Não mostre desespero, só os feios é que se apressam, os bonitos e competentes, escolhem entre os muitos pretendentes; e com isso evitam muitos problemas na vida matrimonial. Lembre-se do ditado: “cavalo dado não se olha os dentes”, e às vezes nem dentes ele tem. Lembre-se da bíblia: CT 8:4 – Conjuro-vos, ó filhas de Jerusalém, que não acordeis nem desperteis o meu amor, até que este o queira.

Você não merece um tribufu para sua vida. Deus tem o melhor para você, ande devagar, dê passos certos.

Aquisição de bens. (Móveis, imóveis, carros); loteria, sorteios; presentes é uma hipótese bem pouco provável. As nossas conquistas elas demandam de trabalho e organização, metas e objetivos. Faça planos de prioridades.

Quando você vê uma pessoa conseguir bens com certa facilidade, ou tem pais ricos; ou recebeu uma herança; trabalha na casa da moeda; achou dinheiro na rua ou conseguiu de maneira ilícita. Abra o olho e saia de perto, se não serás acusado de cúmplice.

PV 22:1 – VALE mais ter um bom nome do que muitas riquezas; e o ser estimado é melhor do que a riqueza e o ouro.

PV 24:27 – Prepara de fora a tua obra, e aparelha-a no campo, e então edifica a tua casa.

CONQUISTAS ESPIRITUAIS

Regeneração custa um preço. A Santidade preço maior ainda. (Muitas renúncias) separações. Vida de oração intensa. Necessita ser iniciada pouco a pouco. Comece com dez minutos, vá aumentando, aumentando, até ter disciplina e amar a oração.

Leitura bíblica. Comece lendo um capítulo por dia, não se apresse, se você não entende muito que está lendo, um consolo: até os mestres da palavra de Deus, muitas vezes não entendem o que estão lendo; um dia quem sabe você vai entender, com paciência, “nos passos dos meninos e dos bois”, você chega lá.

Jejuns. Comece com poucas horas por semana. Não se apresse se não você pode ter congestão espiritual. E pode ficar muito espiritual e criar asas de anjos. Pode até querer ministrar o pastor, presbítero, etc. Jejum não é sacrifício, é propósito.

Tribulação. Quando você passar por ela, não esquente, Deus está contigo, lembre-se ela faz parte do teu aperfeiçoamento e crescimento da fé dentro de ti. RM 5:3 – E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência…

Tentação. Todo crente passou e passará por ela, só os que se apóiam em Deus e dela fogem e se mantém de pé. Você vai ter que vencer esses gigantes. TG 1:2,3 – Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações; Sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência.

Igreja grande. Comece a evangelizar, ganhar alma e consolidar, discipular. Lembre-se toda a igreja grande começou pequena. É o trabalho de cada um que fará a diferença.

Igreja avivada. Pague o preço, ore, jejue, o avivamento começa por pessoas individuais, pequenos grupos, depois é que se espalha.

Pastor abençoado. Ore por ele todos os dias a Deus. O pastor não é um Super homem, ele é carne e sangue e precisa mais que nunca das orações e ajuda das ovelhas.

Princípios a ser seguido e aplicado no dia a dia: Você quer Ser exaltado: exalte. Ser amado: ame. Ser perdoado: perdoe. Ser servido: sirva. Ser visitado: visite. Ser conquistado: conquiste. Receber um bom dia: dê primeiro um bom dia. Receber a paz do Senhor: dê primeiro a paz do Senhor. Ser reconhecido como bom trabalhador: trabalhe bem. Ganhar presentes: comece a dar. Ser bem falado: fale bem de todos. Conquistar os adversários: fale bem deles aos seus amigos. Ser reconhecido nos céus como bom crente: semeie amor por onde passas.

MATURIDADE NAS DECISÕES

A maturidade espiritual de Jacó é evidente depois de 20 anos longe de sua terra. Jacó cresceu em tudo, materialmente e espiritualmente. Seu crescimento é notório em vários aspectos:

No caráter: Reconciliador (paz e perdão com seu irmão Esaú). Não guardou mágoa dos conflitos.

Respeitador. Chama seu irmão “meu senhor”. Prostra-se diante dele.

Nos sentimentos ( emoções) :

Responsável e preservador dos valores materiais e familiares.

– Nos passos dos bois. (conservando as bênçãos recebidas)

– Nos passos dos meninos (valorizando a família: mulher, filhos, parentes). Unidade familiar. Caminhou 160 Km até chegar no local almejado, sem sair de perto de sua família. Seu irmão queria que ele se apressassem, mais ele disse “não posso, irei nos passos dos bois e dos meninos”.

Tirado do Livro Mensagem de Livramento.

Do Pastor Francisco Nascimento

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s