AS MARCAS DO MUNDO X MARCAS DE CRISTO



É SÓ CLICAR EM CIMA


Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso. Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido.”  Isaías 53:3,4

São muitas as marcas deixadas pelo mundo em nossa personalidade, que vai destruindo sonhos, dilacerando a pureza com que fomos criados, destituindo-nos dos sentimentos mais nobres, e extinguindo o desejo inato de sermos felizes e promovermos a felicidade do mundo.

São marcas profundas de sofrimento, de dor e de desolação que muda nosso rosto, o brilho de nossos olhos, evidenciando as marcas de uma alma ferida, cambaleante, sem rumo, sem perspectiva de mudança  que produza a felicidade e a paz tão almejada.

Deus criou o homem para ser feliz e andar em novidade de vida, sempre nutrindo em sua existência o amor e a graça de uma vida bela e admirável.

Mas o pecado entrou no mundo e  com ele suas conseqüências  mais desastrosas, mais devastadoras: a solidão, um dos frutos da ausência de Deus na vida do homem e a morte, seu maior temor, sua inimiga cruel.

“Eis o que tão-somente achei: que Deus fez o homem reto, mas ele se meteu em muitas astúcias.” Eclesiastes 7:29  “Visto, pois, que os filhos têm participação comum de carne e sangue, destes também ele, igualmente, participou, para que, por sua morte, destruísse aquele que tem o poder da morte, a saber, o diabo, e livrasse todos que, pelo pavor da morte, estavam sujeitos à escravidão por toda a vida.” Hb 2:14,15

O salmista Davi, no salmo 38, demonstra uma profundidade filosófica invejável. Ele disseca o quadro dramático de uma alma perturbada e assaltada por sentimentos antagônicos que lhe perturbam, trazendo-lhe diversas conseqüências avassaladoras que são frutos advindos do pecado:

1. Sensação de estar sendo punido por Deus. “Não me repreendas, Senhor, na tua ira, nem me castigues no teu furor, cravam-se em mim as tuas setas, e a tua mão recai sobre mim.”Vs 1-2. 2.

2. Sentimento de culpa. “Não há parte sã na minha carne, por causa da tua indignação, não há saúde nos ossos por causa do meu pecado. Pois se elevam acima de minha cabeça as minhas iniqüidades; como fardos pesados excedem as minhas forças.” Vs 3-4.

3. Ferida no corpo. “Tornam-se infectas e purulentas as minhas chagas, por causa da minha loucura… Ardem os lombos e não há parte sã na minha carne.”Vs 5,7

4. Ferida na Alma: Abatimento. “Sinto-me encurvado e sobremodo abatido, ando de luto o dia todo.” Vs 6.

5. Aflição. “Estou aflito e mui quebrantado; dou gemidos por efeito do desassossego do meu coração.” Vs 8.

6. Ansiedade. “Na tua presença estão os meus desejos todos, e a minha ansiedade não te é oculta.” Vs 9.

7. Taquicardia (coração acelerado). “Bate-me excitado o coração, falta-me ás forças…” Vs 10.

8. Olhos sem brilho, sem esperança. “…e a luz dos meus olhos essa mesma já não está comigo” Vs 10.

9. Abandono de parentes e amigos. “Os meus amigos e companheiros afastam de minha praga; os meus parentes ficam longe.”Vs 11

AS MARCAS DO PECADO NO MUNDO

Quando meditamos em Isaías 53, identificamos pelo menos cinco marcas, são as feridas na alma que  maltrata uma pessoa que merece ser feliz, mas foi  injustiçada por algo que fez ou fizeram a ela.

1. Desprezo. Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens;” “Desprezo é um intenso sentimento de desrespeito e antipatia. É semelhante ao ódio, mas implica um sentimento de superioridade. A pessoa desprezada é considerada indigna. Desprezo pode estar relacionado a sentimentos de indignação e amargura.”

Existem vários níveis de desprezo, e ele são cometidos pela pessoa que mais amamos e  queremos bem, principalmente os familiares e amigos, colegas, patrões, etc.

2. Rejeição. Um dos piores sentimentos experimentados pelo ser humano é o sentimento de rejeição. É uma ferida profunda, que pode destruir a vida da pessoa. Geralmente produzida por aqueles a quem amamos. Resulta em conseqüências devastadoras, produzindo diversos outros sentimentos escravizantes da alma, como a solidão, o medo, angústia, tristeza, mágoa, ressentimento, ódio, sentimento de culpa, inabilidade, e um profundo desejo de morte, de sumir.

A solidão e o medo são  os dois dos sintomas mais  atormentadores. Todo  homem já sofreu uma ou outra forma de rejeição. Dissemos que as conseqüências dependem do grau da ferida. A estrutura psicológica e espiritual de cada um vai determinar o modo de encarar as situações de rejeição, fazendo com que a dor e as reações  variem de intensidade de pessoa para pessoa. Os sentimentos de solidão e medo que levam alguém a construir muros para se proteger de novas feridas e rejeições, não fogem à regra.” V. Milhome

3. Traição. Definição: [do latim traditione, ‘entrega’] Ato ou efeito de trair(-se). Crime de quem perfidamente entrega, denuncia, vende alguém ou alguma coisa ao inimigo. Perfídia, deslealdade, aleivosia. Infidelidade no amor. …

4. Ingratidão. Falta de reconhecimento por uma graça recebida. “O pior dos defeitos é a ingratidão, que despreza e apedreja hoje quem nos beneficiou ontem.”  A. D.

5. Abandono. Segundo o Dicionário Houaiss, é a falta de amparo ou de assistência.

Essas marcas (feridas na alma) produzidas pela pessoa amada geram em cada um de nós, traumas terríveis, alterando nosso comportamento em relação às pessoas, mudando concepções e estabelecendo pré-conceitos nos vários níveis de nossa vida, dificultando relacionamentos sadios e duráveis.

Faz-se necessárias a cura e a libertação a fim que a saúde espiritual se estabeleça. Com o coração sarado e alma restaurada, brote o amor e paz onde havia guerra e conflito. Essa ação curadora e libertadora só podem vir através das chagas de Cristo.

MARCAS DE CRISTO DEIXADAS NO MUNDO

Paulo dizia em sua carta aos Colossenses.. “ Cristo em vós esperança da glória” Cl 1: 27 de fato, experimentar Jesus em nossa vida é ser marcado por sua natureza divina cheia de sentimento altruístico, de amor e compaixão pela alma pecadora.

Falaremos de cinco marcas de Cristo, que devem brotar no coração daqueles que são dEle, ajudando-os a permanecerem em liberdade quando sofrerem afrontas e forem machucados por aqueles que amam,  trazendo profundas decepções:

1. Paciência. Em meio ao sofrimento e as provocações. “Porquanto para isto mesmo fostes chamados, pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os seus passos, o qual não cometeu pecado, nem dolo algum se achou em sua boca; pois ele, quando ultrajado, não revidava com ultraje; quando maltratado, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga retamente, carregando ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos para a justiça; por suas chagas, fostes sarados.” I Pedro 2:21-24

2. Perdão. Contudo, Jesus dizia: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. Então, repartindo as vestes dele, lançaram sortes.” Lucas 23:34

3. Aprendizado no meio do sofrimento. “Ele, Jesus, nos dias da sua carne, tendo oferecido, com forte clamor e lágrimas, orações e súplicas a quem o podia livrar da morte e tendo sido ouvido por causa da sua piedade, embora sendo Filho, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu e, tendo sido aperfeiçoado, tornou-se o Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem,” Hb 5:7-9

4. Derramar diante de Deus seus medos e angústias. Então, lhes disse: A minha alma está profundamente triste até à morte; ficai aqui e vigiai comigo. Adiantando-se um pouco, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se possível, passe de mim este cálice! Todavia, não seja como eu quero, e sim como tu queres.” Mateus 26:38,39; “Por volta da hora nona, clamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni? O que quer dizer: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” Mateus 27:46

5. Amor. Pois o amor de Cristo nos constrange, julgando nós isto: um morreu por todos; logo, todos morreram. E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.” II Coríntios 5:14,15

Amar aqueles que nos fizeram muito mal, só pode existir no coração daqueles que experimentaram o amor que vem de Deus. “E nós conhecemos e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor, e aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus, nele… Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.” I João 4:16,20

Que as marcas do amor, do perdão e da paciência de Cristo, em meio aos pecados cometidos contra nós, nos transformem em verdadeiros exemplos de cura e libertação. A fim de que com o coração sarado e a mente renovada, possamos testemunhar das maravilhas de Deus em nossa vida. “Quanto ao mais, ninguém me moleste; porque eu trago no corpo as marcas de Jesus.” Gl 6:17

Pr Francisco Nascimento

About these ads

5 comentários sobre “AS MARCAS DO MUNDO X MARCAS DE CRISTO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s