O TESTEMUNHO DO CENTURIÃO


É SÓ CLICAR EM CIMA

 

“Tendo Jesus concluído todas as suas palavras dirigidas ao povo, entrou em Cafarnaum. E o servo de um centurião, a quem este muito estimava, estava doente, quase à morte. Tendo ouvido falar a respeito de Jesus, enviou-lhe alguns anciãos dos judeus, pedindo-lhe que viesse curar o seu servo. Estes, chegando-se a Jesus, com instância lhe suplicaram, dizendo: Ele é digno de que lhe faças isto; porque é amigo do nosso povo, e ele mesmo nos edificou a sinagoga. Então, Jesus foi com eles. E, já perto da casa, o centurião enviou-lhe amigos para lhe dizer: Senhor, não te incomodes, porque não sou digno de que entres em minha casa. Por isso, eu mesmo não me julguei digno de ir ter contigo; porém manda com uma palavra, e o meu rapaz será curado.” Lc 7:1-10

Muitas pessoas têm grande dificuldade de falar e de pregar a Palavra de Deus. Afirmam que não é seu chamado  ou que não estão preparadas para tão grande responsabilidade. O certo é que para pregarmos a Palavra de Deus, nem sempre há necessidades de abrirmos a boca para falar  de Jesus, mas nossas atitudes falam mais alto que podemos imaginar.

O centurião aqui bem descrito pelo evangelista Lucas, nem nome é dado a ele, porque o que se relata é a atitude deste homem perante o seu servo que estava doente, seu amor, e o que ele fez para ajudá-lo a ser curado por Jesus.

As virtudes do centurião bem descrita nesse capítulo nos levam a uma reflexão de nossa maneira de agir com nosso próximo e do testemunho de ser cristão, um seguidor e discípulo de Cristo.

AS SETE VIRTUDES DO CENTURIÃO

1. Amor altruísta. Vs. 2 “ E o servo de um centurião, a quem este muito estimava, estava doente quase a morte.”

* Amava o seu servo apesar da diferença social, cultural e financeira.

* Ficou ao lado do servo doente, prestando-lhe companhia.

* O verdadeiro amigo se conhece na hora da dor. Pv 17:17 “Em todo o tempo ama o amigo e não angústia se faz o irmão”

* Amor pelo próximo, pelo divergente, pelo necessitado.

* Fazendo amizade através do amor.

2. Um bom ouvinte do testemunho eficaz. Vs. 3 “ Tendo ouvido falar a respeito de Jesus.”

* Ouviu a respeito de Jesus e mandou procurá-lo, a fim de  curar o seu servo.

*  Buscou nas autoridades religiosas a intermediação. (Amigos influentes)

3. Dignidade comprovada por outros. Vs. 4 “Ele é digno que faças isso.”

Foi o testemunho das autoridades religiosas

* Dignidade, integridade, retidão e justiça, são atributos de homens de caráter e tementes a Deus. Estes vêm da formação familiar e dos aprendizados adquiridos das pessoas que nos rodeiam e influenciam.

4. Amor pelo povo de Deus. Vs. 5 “Ele é amigo de nosso povo.” (Israel) Sl 122:6 “Orai pela paz de Jerusalém! Sejam prósperos os que te ama.”

5. Amor pela obra de Deus. Vs. 5 “Ele mesmo nos edificou a Sinagoga.”

Como se edifica uma sinagoga? (Igreja)

  • Trabalho e cooperação de cada um.
  • Participação e assiduidade.
  • Dons e ministérios diferentes usados para o bem da obra.
    • Unidade e amor.
    • Dízimos e ofertas.

    6. Humildade diante de uma autoridade maior. Vs. 6

“…Não sou digno que entres em minha casa.”

* Reconhecer quem somos diante de Deus, já é um bom começo para exaltar o poder e magnitude do Todo-Poderoso. “Sacrifício agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito  não desprezarás, ó Deus.” Sl 51:17

“Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que Ele em tempo oportuno, vos exalte.” I Pd 5:6

* Enquanto os anciãos o achavam digno, ele próprio não se achava digno diante de Deus.

“ …Porque quando sou fraco então é  que sou forte” II Co 12:10c

7. Fé inabalável. Vs. 7 “Porém manda com uma palavra, e o meu  rapaz será curado”.

* Crer na palavra de Jesus para ser curado.

* Muitos não são curados porque não crêem na Palavra de Jesus.

* Crêem mais na medicina que na Palavra de Cristo; crêem mais nos seus raciocínios,  na sua incredulidade que na palavra de Deus; crêem mais em homens que em Deus. Sua religião é a razão. Crer mais  na matéria,  no palpável, no que é invisível.

“ Ora, a fé é a certeza de cousas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem.” Hb 11:1

“ Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão” Mt 26:41

“Jesus é sempre o mesmo ontem, hoje, e o será por toda a eternidade.” Hb 13:8

* “Manda com uma palavra”. Muitos crêem que é o método que cura: “Tem que pegar na cabeça”  Tem que ter óleo da unção.”  “Tem que balançar bastante”, “Gritar”, “têm que repreender o diabo sempre”  “Têm que chamar na frente” “ Tem que cair ”.

A cura pode ser à distância também. Pode ser instantânea ou progressiva, mas sempre acontecerá.

RECEBENDO AS BÊNÇÃOS DE JESUS

Jesus atende ao pedido para ir à casa do centurião. “…Então Jesus foi com eles.” Vs. 6

Jesus fica admirado por sua fé. Vs.9a “Admirou-se Jesus dele”. “Viste o meu servo Jó” Jó 1:8

* Os incrédulos não herdarão o reino de Deus. Ap 21:8

*  Deus não tem prazer no homem fraco, dúbio, sem fé. Tia 1:5-8

“Se, porém, algum  de vós necessita de sabedoria, peça-a Deus, que a todos dá liberalmente, e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida. Peça-a, porém com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma cousa; homem de ânimo dobre, inconstante em todos os seus caminhos.”

Sua fé é testemunhada ao povo por Jesus. Vs. 9b “Voltando-se para o povo que o acompanhava, disse: Afirmo-vos nem mesmo em Israel achei fé como esta.”

A cura de seu servo alcançada.

* Os que crêem, sempre recebem a cura.

“ Porque em verdade vos afirmo que se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele. Por isso vos digo, que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco.”Mc 11:23,24

O Senhor sempre recompensará aos que buscarem o fazer o bem.

Ilust: Centurião Cornélio: Homem reto, de bom testemunho perante toda a nação de Israel, piedoso, temente a Deus que fazia muitas esmolas ao povo e de contínuo orava a Deus. Deus lhe honrou com a salvação e de sua  família. At 10:1,2,22

Diaconisa Febe: Servia muito bem na igreja em Cencréia e protetora de missionários: Recebeu a promessa de ser bem tratada por suas boas obras aonde que fossem.  At 16:1,2

Piedoso do Salmo 41:1-3 “Bem-aventurado o que acode ao necessitado; o Senhor o livra no dia do mal. O Senhor o protege e lhe preserva a vida, fá-lo feliz na terra; não o entrega à discrição de seus inimigos. O Senhor o assiste no leito da enfermidade; na doença tu lhe afofas a cama.”

O testemunho do centurião nos convida a uma reflexão e mudança de alguns comportamentos e atitudes incompatíveis com reino de Deus.

São virtudes que devem ser nutridas e praticadas a fim de que o reino de Deus seja engrandecido e exaltado.

As virtudes do cristianismo quando praticada por uma pessoa não só causa impacto a um grupo de pessoas, mas a uma nação toda. Mesmo que nunca se conheça o nome desta pessoa, mas sabe-se que ali se passou um homem ou uma mulher de Deus.

Pr Francisco Nascimento

 

About these ads

Um comentário sobre “O TESTEMUNHO DO CENTURIÃO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s