A TENTAÇÃO DA INCONSTÂNCIA


A TENTAÇÃO DA INCONSTÂNCIA

“Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos da Dispersão, saudações. Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz  perseverança; ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes. Se, porém, se algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada. Peça-a, porém, com fé, e nada duvidando; pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, que é impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem alcançará do Senhor alguma coisa, homem de ânimo dobre (vacilante),  inconstante em todos os seus caminhos.” Tiago 1:1-8

Aristóteles chamava os verdadeiros amigos de dois corpos com uma só mente. O indivíduo instável, cheio de dúvidas, é o contrário disso: tem apenas um corpo, mas duas mentes; e, em sentido espiritual, isso resulta em aleijão e deformação, tornando-o um moleirão espiritual.

O trecho de Tiago 4:8 usa a expressão “ânimo dobre” novamente, com a idéia de que tal pessoal está corrompida pelo pecado, não possuindo “singeleza” no tocante às questões morais. Sua vida moral é dúplice, pois tem duas personalidades em uma; há nele certa inquirição espiritual, mas isso é debilitado e mesmo destruído pelo poder do homem da carne, que normalmente o domina.

Trata-se do senhor de duas caras. É atraído pela mensagem celestial, e crê “em parte” na herança celestial; mas na realidade; vive no mundo e mui frequentemente satisfaz a carne, e não ao espírito. Sua linguagem pode ser espiritual, e talvez sinta fortemente o que diz, mas, no momento seguinte, no outro dia, não é melhor do que qualquer pessoa mundana, agindo da mesma maneira que faria uma pessoa sem qualquer discernimento espiritual. R. C.

Significado no grego é “akatastotos”, isto é, “instável”, duvidoso, volúvel. Ninguém pode depender dele; e ele mesmo  já aprendeu a não confiar nem em si próprio. Sua fibra moral  foi prejudicada ao ponto de não produzir qualquer fruto espiritual, sendo sempre sujeito as tentações contra as quais não sabe oferecer resistências.

“… em todos os seus caminhos…” Sua volubilidade e sua vida dúplice se tornaram um câncer em sua vida diária, afetando tudo quanto ele faz. A palavra aqui traduzida por “caminhos”“conduta habitual”. Salmo 91:11; 145:17; Prevérbios 3:6 é um hebraísmo que indica

Embora não se considere um hipócrita, e ainda que seja distinguido dos hipócritas, com freqüência desempenha um papel fingido, a fim de ocultar suas ações dúbias daqueles que o conhecem como pessoa espiritual. Sua duplicidade se baseia sobre sua tendência de hesitar entre a fé e a incredulidade. E toda a sua hesitação resulta disso.

Hipócrates usava essa palavra, “instável”, para indicar as febres intermitentes, sem razão aparente. Assim também esse homem não precisa de “razões  suficientes” para agir como faz; é escravo das circunstâncias e dos caprichos, que vive namorando com os vícios, mas que nunca falta à igreja no domingo.

È inútil alguém ter, por assim dizer, dois corações, um elevado para Deus e outro voltado para fora. “Não podemos servir a dois senhores”.Mt 6:24

“Ele é confuso em sua mente; desassossegado em seus pensamentos, perturbado em seus desígnios e intenções; inconstante em suas petições; incerto em suas noções e opiniões sobre as coisas; extremamente mutável em suas ações, e, sobretudo, na matéria religiosa…” John Gill

O apóstolo Tiago fala daqueles que estão na igreja ou que manifestam  crença em Deus em atitude dupla. Essa dualidade no agir se evidencia de várias formas:

  • Clama a Deus, mas não tem fé suficiente que Deus irá responder. Vs 5,6

  • Quando é tentado, sempre coloca em Deus a culpa e responsabilidade de seus atos. Deus é Santo para ele, mas não muito, é incapaz de assumir as responsabilidades de seus pecados. Vs 13

  • É bom ouvinte da Palavra, mas não praticante. Vs 22-25 Está acostumado a receber muito de Deus, mas a Palavra não tem efeito no dia a dia. É crente na igreja e tem atitudes de incrédulo na semana.

  • Sua aparência, seu formalismos religioso até que mostra ser de Deus, mas sua língua, suas palavras o denuncia como verdadeiro incrédulo. Tiago 1:26;3:1-18

“ Pois toda espécie de feras, de aves, de répteis e de seres marinhos se doma e tem  sido domada pelo gênero humano; a língua, porém, nenhum dos homens é capaz de domar; é mal incontido, carregado de veneno mortífero. Com ela bendizemos o Senhor e Pai; também com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus: de uma só boca procede bênção e maldição. Meus irmãos não é conveniente que estas coisas sejam assim.” Tiago 3:7-10

  • A prática do amor fraternal, a visita aos órfãos e viúvas nas suas tribulações, a santidade de comportamento, contrapõe  a inércia de uma vida espiritual sem frutos e de muita aparência de religiosidade. Tiago 1:27

  • Fazer acepção de pessoas,  discriminar o pobre, o necessitado, e priorizar o rico e aceitar socialmente aqueles que julgamos compatível ao nosso convívio, são atitudes inaceitáveis para um servo de Deus.  Tiago 2:1-13

“Falai de tal maneira, e tal maneira procedei, como aqueles que hão de ser julgados pela lei da liberdade.” Tiago 2:12

A verdadeira fé se manifesta através das boas ações com as quais   nos   deparamos  no  dia a dia,  diante  das  necessidades  que se apresentam ao próximo, e não somente de palavras e atitudes egoísticas. Tiago 2:14-25

“ Porque assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obra é morta.” Tiago 2:26

  • A busca de Deus é manifesta na vida de muitos, mas as suas intenções egoísticas e seus prazeres mundanos, com o século presente, não  os deixam usufruir da vida abundante de Deus. Tiago 4:1-17

“Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo, é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo, constitui-se inimigo de Deus” Tiago 4:4

OS SETE PRINCIPIOS ESPIRITUAIS NO ENSINO DE TIAGO

1. Há propósito na provação. (Produz perseverança) Tiago 1:3

2. O homem de Deus deve ser estável em suas relações de caráter individual, familiar, eclesial (espiritual), e social. Tiago 1:7,8

3. Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar. Tiago 1:19

4. Ser praticantes da Palavra de Deus e não somente ouvintes. Tiago 1:22

5. A nossa fala deve está de acordo com nosso procedimento, chega de hipocrisia.  Tiago 2:12

6. Porque todos  tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça no falar é perfeito varão, capaz de refrear também todo o seu corpo. Tiago 3:2

7. A esperança da Vinda de Cristo deve ser precedida de vigilância e de atitudes de santidade e de perseverança nos verdadeiros valores que o cristianismo oferece. Tiago 5:7-20

Pr Francisco Nascimento

About these ads

2 comentários sobre “A TENTAÇÃO DA INCONSTÂNCIA

  1. pr.francisco adorei muito essa mensagen , serviu muito pramim me examina e me concerta , em algumas arias na minha vida.
    você e benção obrigado por tudo !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s