MARCA DA PROMESSA


MARCA DA PROMESSA

“…e lhe disse: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal a testa dos homens que suspiram e gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela.” Ezequiel 9:4

Na Bíblia de Jerusalém a tradução deste texto é assim; “ Percorre a cidade, a saber, Jerusalém, e assinala com uma cruz a testa dos homens que estão gemendo e chorando por causa de todas as abominações que se fazem no meio dela.” Ezequiel 9:4. De fato, essa marca literalmente um Tay, como traduz a vulgata no alfabeto antigo, essa letra tinha exatamente a forma de cruz. Uma marca que só o mundo espiritual conhecia. O espírito de morte, como juízo de Deus, iria passar na cidade de Jerusalém e exterminar os que viviam na impiedade, na prática do pecado e da idolatria.
Era um sinal de distinção que separava o fiel do infiel, o crédulo, do incrédulo. O que receberia essa marca seria aquele cuja atitude e comportamento seriam diferentes de um maior número de pessoas, na multidão.
Essa atitude seria a de repelir, entristecer-se, gemer, suspirar contra o pecado cometido pela nação de Israel. Ou seja, não compactuar, não aplaudir, não participar dos pecados de idolatria cometidos pelas demais pessoas. “Ora, conhecendo eles a sentença de Deus, de que são passíveis de morte os que tais cousas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que assim procedem” Romanos 1:32
Estima-se que por volta do ano 591 a.C. em setembro, um ano e dois meses após a chamada do profeta Ezequiel, ele fora transportado em êxtase à Jerusalém, onde Deus lhe mostrou as abomináveis idolatrias praticadas no templo. Isso mesmo, no templo.
A imagem dos “Ciúmes”, (Ezequiel 8:3), provavelmente era ‘Astarte’ (a Vênus da Síria). O culto secreto de animais (Ezequiel 8:10), era provavelmente um culto Egípcio, dirigido por Jazanias. Vs. 11 Cujo pai, Safã, liderara a reforma do Rei Josias,  (II Reis 22:8), e cujos os irmãos Aicão e Gemarias foram amigos íntimos de Jeremias, (Jeremias 26:24;36:10,25), mesmo enquanto o profeta bradava, horrorizado contra esses sacrilégios.
Tamuz, (Ezequiel 8:14), era o Adônis, deus Babilônico, consorte de Vênus da Síria, cujo o culto se celebrava em meio as orgias imorais e depravadas ( e isso lembra algumas práticas tidas como folclóricas realizadas, hoje).
Assim, a despeito de aviso sobre aviso, castigo, sobre castigo, o reino de Judá, outrora poderoso, mas reduzido ao ponto de quase extinção, ainda continuava se afundando nos abismos da infame idolatria, – horrores que a justiça divina não poderia mais tolerar. Halley
Historicamente, conhecemos que é fato, em 586 a.C, aproximadamente:  O rei Nabucodonosor, arrasa Jerusalém, matando a milhares e levando outros ao cativeiro, cumprindo-se a sentença de condenação de uma nação que se afastou de Deus.
O que queremos refletir com esse ensinamento é sobre a marca dos eleitos, que distinguia o santo do profano, o fiel do infiel. É sobre isso que vamos nos aprofundar.
No literal hebraico (marca) essa palavra é Bin, que significa uma marca na testa, na mão ou em outra parte do corpo, com o propósito de identificação. O profeta Ezequiel, ouviu e viu Deus dando a ordem ao anjo escrevedor, para assinalar na testa, os piedosos de Jerusalém, e os ímpios  (não pio “religioso”, não religioso = incrédulos ) não seriam assinalados, cuja a sentença era a morte.
Essa marca é bem distintiva no mundo contemporâneo tanto nas relações comerciais, como também pessoais. Cada pessoa tem um nome, um número de identificação, identidade, CPF, sendo muito rápido se saber se está limpo na praça ou na justiça.
Assim também, são as empresas, com seus CNPJs, os produtos com seus códigos de barras, identificam tudo, desde o fabricante, data embalagem, vencimento e os produtos e derivados utilizados. Sabem quase tudo, com uma pequena identificação.
Há um projeto em andamento em alguns países para se instalar um chip de identificação na mão, na fronte das pessoas, por debaixo da pele. Serviria tanto para comprar, vender, viajar, etc. Em alguns animais já existe, principalmente nos cachorros. A raça dos Pitbull está tendo este experimento no Brasil, contendo o nome do dono a que pertence, e outras informações sobre o animal.
Há uma marca de identificação nos escolhidos de Deus. Como conhecê-lo. Como identificá-lo. Como saber se temos essa marca?
Quando se crer na Escritura Sagrada, vemos várias marcas identificativas. Por exemplo: uma das mais notáveis estava na vida de Abraão e seus filhos. Deus diz para Abraão: “ Ora disse o Senhor a Abraão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, e vai para a terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção: abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoares; em ti serão benditas todas as famílias da terra.” Gênesis 12:1-3
Temos uma marca na vida e na descendência de Abraão, dado por Deus. A Marca da Promessa de bênção e prosperidade, para a sua vida, familiares, amigos e nações que o fizessem bem. Era uma marca condicional, teriam que obedecer aos mandamentos divinos, se assim não procedessem, sofreria derrota e juízo.
Deus te deu uma promessa de bênção e prosperidade assim como deu a Abraão o pai da fé, se você obedecer como ele obedeceu.
Ele tem o melhor desta terra para você, família e posteridade. “ Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra. Estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração que se fizer nesse local. Porque escolhi e santifiquei esta casa, para que nela esteja o meu nome perpetuamente; nela estarão fixos os meus olhos e o meu coração todos os dias.” II Crônicas 7:14,15
Outra marca que serviria como sinal de livramento de morte a Israel no Egito era o sangue de ovelhas e bodes aspergidos nos umbrais de suas casas. Uma prefigura do sangue do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. “Porque naquela noite passarei pela terra do Egito, e ferirei na terra do Egito todos os primogênitos, desde os homens até os animais; executarei juízo sobre todos os deuses do Egito; Eu sou o Senhor. O sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; quando eu vir o sangue, passarei por vós, e não haverá entre vós praga destruidora, quando eu ferir a terra do Egito.” Êxodo 12:12,13: João 1:29
A humanidade seria impactada por uma marca indelevelmente, um sinal de Deus que traria a salvação a todo homem pecador; quem o recebesse nunca mais seria o mesmo. “Portanto o Senhor mesmo vos dará sinal: Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e lhe chamará Emanuel (Deus conosco).” Isaías 7:14 “ E do modo por que Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado, para que todo o que nele crê tenha a vida eterna.” João 3:14,15 “ Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; a saber: aos que crêem no seu nome.” João 1:12
Quem crer em Cristo Jesus como seu Salvador recebe uma marca, que é a selo do Espírito Santo. O selo perene de Deus em nossos corações, como propriedade do Todo Poderoso. “.. em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa; o qual é o penhor da nossa herança, até o resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória.” Efésios 1:13,14: II Coríntios 1:21,22
No dia da grande tribulação sobre a face da terra, os remidos receberão uma marca de livramento na fronte, para não serem condenados com o mundo. “ …dizendo: não danifiqueis nem a terra, nem o mar, nem as árvores, até selarmos em suas frontes os servos do nosso Deus” Apocalipse 7:3; 9:4;
O diabo, adversário de Deus e de sua obra, agindo como imitador, marcará com um sinal todos os que o servem e obedecem. É o sinal da besta  666. Apocalipse 13:16-18
Mas felizes são os que carregam em seus corações a marca de propriedade de Deus. Contra isso ninguém pode, e nada absolutamente nada, pode nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Salvador. Romanos 8:37-39
Sou marcado com o selo da promessa!!! “ Nunca mais haverá qualquer maldade. Nela estará o trono de Deus e do Cordeiro. Os seus servos o servirão, contemplarão a sua face, e nas suas frontes está o nome dele.” Apocalipse 22:3,4
Pr Francisco Nascimento
About these ads

2 comentários sobre “MARCA DA PROMESSA

  1. A paz , muito bom, apenas gostaria de destacar no seu texto que a marca da imitação da besta não é a marca dos escolhidos de Deus, no seu texto não fica muito claro e pode acabar sendo entendido por leigos que o que chip que será colocado no futuro será parte do sinal da besta.

    Eu entendi o que você quis passar, mas isto poderá confundir um pouco pessoas pouco instruídas,

    apenas lembremos que maldito o homem que fizer outro errar o caminho. Não estou dizendo que o seu texto ensina isto, mas não fica muito explícito esta diferença.

    A paz e que Deus lhe abençoe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s